Home Notícias SBC distribui capas para caixas d’água em ação de combate à dengue

SBC distribui capas para caixas d’água em ação de combate à dengue


SBC distribui capas para caixas d’água


Agentes de controle de dengue do Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura de São Bernardo estão distribuindo capas para caixas d’água nas residências em que os recipientes estão destampados ou danificados. O trabalho faz parte das ações de combate à dengue no município.

Desde janeiro, foram distribuídas 440 capas, sendo 330 para caixas de 500 litros e outras 110 para recipientes de mil litros. A ação é desenvolvida de forma contínua em toda a cidade, mas no momento há uma intensificação para conter a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, já que a cidade tem registrado aumento no número de casos.

No momento, as ações de combate à dengue estão concentradas nos bairros Taboão e Montanhão, onde estão sendo encontrados muitos focos do mosquito. O último levantamento da Vigilância Epidemiológica, do dia 19 de maio, mostra que a cidade registrou 166 casos autóctones (contraídos no município) e 49 importados (contraídos fora).

Neide da Silva, agente de endemias responsável pela área do Parque São Bernardo, aponta que mesmo com a distribuição gratuita do material, há moradores que se recusam a receber. "Os moradores alegam que já limparam a caixa d’água, mas talvez não saibam que se continuar destampada não adianta nada. Em várias residências encontramos muitas larvas do mosquito, e é exatamente isso que queremos combater", alertou.

Responsável pelo controle da dengue em São Bernardo, Karen Aparecida Jorf explicou que o morador assina um documento se responsabilizando em colocar a capa na caixa d’água. "Porém, precisamos que se conscientizem da importância desse trabalho e que realmente coloquem e cuidem da capa", salientou.

A moradora do Jardim Boa Vista Valéria Brito Alvez recebeu uma capa que a própria agente colocou na caixa d’água de sua residência, onde não foram encontradas larvas do mosquito. A tampa foi danificada durante forte chuva, e a moradora havia improvisado outra forma de tampar o recipiente. "Sempre tomamos as precauções para evitar criadouros, mas não conseguimos trocar essa tampa", disse ela.

 

 

Fonte: http://www.saobernardo.sp.gov.br/comuns/pqt_container_r01.asp?srcpg=noticia_completa&ref=11229&qt1=0